Reduza custos logísticos na crise

A conjuntura econômica do Brasil mudou muito nos últimos dois anos. É possível perceber as mudanças ao comparar alguns importantes índices econômicos, tais como a taxa básica de juros (SELIC), inflação, desemprego, câmbio e PIB (Produto Interno Bruto). Os números pioraram e fala-se de crise econômica e política no país. Algumas ações do governo, aliadas aos protestos que estão acontecendo pelo território nacional confirmam a situação.

Querendo ou não, os empresários brasileiros precisam usar de sua habilidade e criatividade para driblar as dificuldades econômicas. O desafio é grande, porém os mais eficientes sobrevivem e, até encontram oportunidades durante o período de turbulência. Faz-se necessário olhar para dentro de casa para eliminar desperdícios e gerar otimização nas operações, também é plausível reduzir/reavaliar investimentos.

O setor de logística nas empresas pode ser uma importante fonte de redução de custos. Os savings logísticos (economias) se demonstra em diferentes formas, veja algumas delas:

  • Negociação de preço
    A renegociação de contratos de transporte e fulfillment ativos ou nova cotação de preços no mercado também são boas alternativas nesse momento. Para o caso de custo de frete o volume total destinado para a transportadora impacta diretamente no seu custo unitário. A lógica é que quanto mais a transportadora tenha carga de um mesmo cliente para transportar, menor seja o custo unitário. O Brasil é um país de grande extensão geográfica, portanto regionalizar os parceiros logísticos também pode assegurar redução de preço de transporte e prazo de entrega.
  • Custo evitado
    Trabalhar de forma antecipada, ou seja, preventiva aos custos. Alguma não conformidade operacional que poderia gerar custos futuros, mas sendo corrigida no presente é bom exemplo.
  • Geração de receita
    Qualquer retalho ou sobra que possa ser vendido, gerando receita para a empresa. Um exemplo comum é a venda das sobras de matéria prima de produção e embalagens recicláveis.
  • Mudança de modelo operacional
    Com a produção e vendas menores, deixam de ser necessárias grandes operações logísticas. Reduzir imobilizados, financiamentos e transformar custos fixos em variáveis são boas alternativas neste momento. Uma forma de viabilizar essas ações é através das terceirizações. A terceirização pode gerar redução de custos logísticos e/ou variabilizar custos fixos, os quais passam a acompanhar as vendas. Em outras palavras, os custos de armazenagem, fulfillment e frete são pagos somente quando ocorrerem vendas. Empresas com índice de endividamento elevado ou qualquer outra dificuldade no seu fluxo de caixa, podem vender seus ativos de logística para gerar entrada no caixa e eliminar custos fixos. A desimobilização é uma forma de fugir das altas taxas de juros de linhas de crédito como antecipação de recebíveis e capital de giro. Outro benefício ao transferir as atividades operacionais para um prestador de serviços logísticos está no maior tempo para dedicação no core business da organização. Problemas operacionais de logística deixam de tomar tempo e dinheiro dentro da empresa. É claro que deve-se procurar um prestador de serviço logístico que tenha um bom alinhamento estratégico e operacional, tanto para o caso de um operador logístico quanto transportadora. Uma preocupação comum e importante na terceirização é a qualidade dos serviços, por isso a infraestrutura, equipamentos, softwares e indicadores logísticos são essenciais.
  • Eficiência
    Aumento de produtividade, automatização e eliminação de retrabalho, está diretamente relacionada também aos índices de qualidade. Fazer certo na primeira vez, todas as vezes é sempre mais barato! O primeiro passo para a melhoria na eficiência logística está na definição e controle dos principais indicadores. Esses devem ser analisados frequentemente e estruturados planos de ação para melhoria contínua. Algumas metodologias e ferramentas são indicadas, como: MASP, six sigma, diagrama de causa e efeito (ishikawa), pareto, poka yoke, Kaizen, 5s, relatórios de não conformidade, entre outros. Estudos de layout, descrição de atividades, softwares e equipamentos específicos também podem contribuir.

Nesse momento econômico, olhar para dentro de casa e reavaliar custos, preços, modelo operacional e eficiência pode ser vital para um negócio. Aproveite para receber nossa proposta de operação logística e/ou entregas agora mesmo.

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Transporte-rodoviário-de-cargas