Como criar uma loja virtual: x dicas para iniciantes

Com as notícias do e-commerce atualmente, criar uma loja virtual tem se transformado em algo obrigatório para os varejistas.

Os consumidores estão cada vez mais migrando para o mercado virtual, se adaptando às compras online e mudanças constantes do comércio brasileiro.

Por isso, uma empresa que ainda não possui seu negócio estruturado também no mundo virtual está perdendo espaço e está deixando seus concorrentes passarem na frente.

Então, para te ajudar nesta jornada para o e-commerce, separei 9 dicas para iniciantes sobre como criar uma loja virtual. Vamos lá!

1- Escolha um segmento de mercado específico

Ao pensar em criar uma loja virtual, você já deve estar imaginando quais seriam os produtos que você venderia.

Neste momento, é importante já escolher um nicho de e-commerce para a sua empresa.

O mercado e-commerce está repleto de grandes varejistas, que vendem uma infinidade de produtos e que contam com a credibilidade herdada de suas lojas físicas. 

Então, não há outra maneira de concorrer com essas grandes empresas, senão escolhendo um nicho de mercado e oferecendo produtos diferenciados e únicos. 

Com um nicho bem definido e bons produtos, fica muito mais fácil atingir seus potenciais clientes. E, falando sobre isso, vamos para o próximo tópico!

2- Procure conhecer bem seu público

Definindo seu nicho de e-commerce, fica mais fácil definir quem é seu público que você deseja atingir.

É fundamental que você conheça o seu potencial cliente e o seu comportamento, pois assim você saberá exatamente como cativar seus clientes e até fidelizá-los.

Você precisa se perguntar: quem compraria o meu produto? por que essa pessoa compraria meu produto?

Assim, você, ao mesmo tempo em que poderá reconhecer falhas no seu produto ou serviço para aperfeiçoá-lo, também poderá entender melhor seu público-alvo para saber exatamente como atraí-lo, transformá-lo em cliente e depois fidelizá-lo!

3- Conheça seus concorrentes

Como iniciante, não há jeito melhor de aprender se não observando cases de sucesso que estão dando certo no e-commerce.

Ou seja, comece já a analisar seus futuros concorrentes no mercado online. Fazer uma boa pesquisa pode te ajudar a perceber vários hábitos dos concorrentes e saber como lidar com eles.

Observando o comportamento dos concorrentes diante o e-commerce pode te guiar sobre o que tomar como ação ou não.

Claro que existem exceções, mas vale a pena fazer este tipo de análise com cuidado.

4- Invista em uma plataforma de e-commerce eficiente

Esse, com certeza, é o passo mais importante na hora de criar uma loja virtual.

Para começar a vender online, é essencial fazer uma grande pesquisa sobre plataformas de e-commerce e entender quais são as mais presentes no mercado.

Depois disso, comece a filtrar aquelas que atendem melhor o seu e-commerce nos quesitos de ferramentas disponibilizadas, recursos gratuitos, atendimento de qualidade e o que mais for de sua necessidade.

Você deve escolher uma plataforma de e-commerce que seja compatível com o seu negócio e acompanhe o crescimento dele sem problemas.

Claro que o preço também é muito importante. É possível contratar plataformas prontas de ótima qualidade, a um custo mensal acessível, que irão dar boas opções de layout e até mesmo a possibilidade de criação de um layout personalizado. 

Mas o mais importante para criar a sua loja virtual é uma plataforma de e-commerce com robustez e estabilidade de infraestrutura suficiente para suportar o crescimento natural do seu negócio.

5- Defina sua política de devolução

Essa é uma dica fundamental: defina a política de devolução da sua loja virtual. Ela precisa ser bem clara, detalhada e prática. Se você já tem uma loja física, basta aplicar seu política de devolução à loja virtual. 

Deixe ela bem acessível em seu e-commerce, colocando um link na home da loja, por exemplo. Assim seus clientes podem facilmente encontrar o que precisam e saber quais são os critérios para que um retorno seja aceito sem problemas e sem consumir o seu suporte e atendimento.

6- Crie sua política de privacidade.

Para criar uma loja virtual do jeito certo, você deve ter uma política de privacidade visivelmente publicada que indique o que você faz com a informação do seu cliente. 

Isso inclusive já é lei, a LGPD. Se você ainda não conhece essa lei, não tem problema, ainda há tempo de entender uma das leis mais importantes para o e-commerce atualmente. É bom que você leia mais sobre este assunto. Para isso, recomendo este ebook especial, basta clicar aqui!

A política de privacidade bem estruturada e informada aos seus visitantes e clientes, facilita a construção de confiança do seu e-commerce. 

Nunca coloque uma coisa nesta política e depois faça outra. Seja honesto, direto e indique exatamente como você gerenciará, distribuirá e usará informações do cliente, se não os efeitos podem ser contrários e sua loja virtual ainda pode ser multada!

7- Reforce sua política de segurança

Assim como na dica acima, você deve ter uma política de segurança visivelmente publicada que explique exatamente o que você faz, em detalhes, para proteger as informações de pagamento do seu cliente. Essa também é uma questão que se encontra na LGPD.

Quanto mais informações você puder fornecer, melhor para passar a confiança que seus clientes precisam para que eles compartilhem seus dados sensíveis com você sem medo de terem seus dados roubados e vendidos pela internet, entende? 

Aliás, nem preciso dizer para que você nunca faça isso, não é?

8- Pense no atendimento ao cliente

Não desaponte seus visitantes e potenciais clientes, muito menos os seus clientes. Oferecendo o bom atendimento ao cliente, você atrai potenciais clientes, converte eles e ainda os fideliza!

Por isso, essa também é uma parte fundamental do seu negócio online.

Para oferecer um atendimento de qualidade, seja rápido nas respostas em chat online, e-mail e redes sociais. Além da eficiência, também tenha empatia e seja humano. No ambiente virtual, as pessoas não têm muita paciência para esperar e muito menos para lidar com bots chatos que não resolvem seus problemas.

Durante o atendimento, aproveite para incentivar o feedback dos seus clientes. Sabendo a opinião deles sobre o seu atendimento, ficará mais fácil saber o que evitar e como melhorar sempre!

9- Cadastre seus produtos de forma estratégica

É muito importante que uma loja virtual seja bem posicionada em motores de buscas na internet, como o Google. Além de investir em anúncios pagos, uma das formas de otimizar esse processo, porém de modo natural, é cadastrar produtos no e-commerce de forma estratégica e com dedicação.

 

Essa pode ser considerada uma das práticas mais importantes para otimizar os resultados, além de facilitar a compreensão do consumidor e aumentar as conversões e confiabilidade da loja virtual.

Se você quer saber como cadastrar produtos na sua loja virtual, leia este post especial!

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

correios-usar-ou-não-usar-no-seu-e-commerce?