5 melhores (e piores) plataformas para loja virtual quanto ao frete

Para oferecer mais opções de envio em sua loja, a importação de planilha de frete acaba sendo a única saída em muitos casos

Uma loja online precisa minimamente de um ERP (Enterprise Resource Planning), por onde gerência contas a pagar e receber, estoque e emissão de documentos fiscais e uma plataforma, a loja na internet acessada por uma URL.

Infelizmente isso por si só não gera vendas! Existem vários fatores relacionados ao número de pedidos no final do dia. Vamos pontuar um dos principais, que é o frete.

O indicador de abandono de carrinho mensura quantos consumidores adicionaram produtos na cesta, mas abandonaram a compra. A principal causa e o valor e tempo do frete!

Querendo ou não, o frete tem um fator importantíssimo na decisão de compra. Sua loja pode acertar em tudo, mas se tiver um frete caro o cliente não compra!

Bom, mas qual a relação de plataforma e frete?

As transportadoras, além do Correios, trabalham com uma tabela de frete, onde fracionam o valor dos envios de acordo com o peso do produto e distância. Essa tabela costuma ter preços diferentes para cada fração de peso, logo uma grande quantidade de precificação. Além disso, varia não só pelo preço, mas pela distância e valor das mercadorias.

As transportadoras (e também o Correios de forma opcional) oferecem seguro do valor total das mercadorias mediante recolhimento do "ad-valorem", que é um percentual do valor da nota fiscal.

Vamos pensar num exemplo de composição básica de valor de frete simplificada, para um pedido com 2,5Kg e valor de nota fiscal de R$ 150,00.

O cálculo será composto por: valor do frete peso (2,5Kg) dependendo do CEP origem e CEP destino + valor do ad-valorem de X% sob o valor dos produtos.

Neste caso, vamos considerar que o frete peso de 2Kg até 3Kg é de R$ 12,30 saindo de São Paulo /SP com destino Curitiba/PR e o ad-valorem de 0,5% sob R$ 150,00, ou seja R$ 0,75. O valor total desse envio seria de R$ 13,05.

Fizemos um exemplo manual, agora pense que numa loja online, esse cálculo é realizado de forma recorrente e em grande escala. Cada cálculo tem um peso e valor de produto, origem e destino. Em geral, quem deve realizar esse cálculo e apresentar para o consumidor cada vez que ele preenche o CEP é a plataforma.

Acredito que agora está claro a importância de escolher bem uma plataforma, levando em consideração o frete!

Hoje existem dezenas de plataformas disponíveis, algumas proprietárias e outras opensource. Em geral, existem 3 maneiras de cotar uma transportadora na loja, sendo via importação de planilha de frete, configuração manual e integração. A configuração manual em muitos casos se torna inviável, pois ao considerar a quantidade de faixas de peso para milhares de faixa CEP, demandaria dias ou talvez até semanas de trabalho. Já a integração, depende da plataforma se conectar com as transportadoras, se essas tiverem a tecnologia necessária.

Fizemos uma relação das mais utilizadas, apresentando a forma como permitem integração da tabela de frete, confira a seguir.

Plataforma Planilha de importação Configuração manual
E-completo
Iluria
Jet
Loja Integrada
Loja Mestre
Loja Virtual

(plano pago)

Magento ( versão 2 e 3)

(via módulo)

NuvemShop
PrestaShop

(via módulo)

Rakuten
Vtex
Webstorm
Wix
Xtech

Dados obtidos até a data de criação deste conteúdo.

Lembre-se, a escolha da plataforma terá impacto direto nas suas vendas. Escolha com cautela, enxergando não somente investimentos iniciais ou mensalidades.

Antes que eu me esqueça, a ASAP LOG fornece a tabela de frete já no modelo do arquivo de importação da plataformas, assim tornamos a configuração muito mais fácil. Receba nossa tabela de frete agora mesmo.

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar